sábado, 18 de dezembro de 2010

Maciço de Baturité: Polo Turístico

O Maciço de Baturité é uma formação geológica localizada no sertão central cearense, composta pelos municípios de Pacoti, Palmácia, Guaramiranga, Mulungu Aratuba, Capistrano, Itapiúna, Baturité, Aracoiaba, Acarape, Redenção, Barreira e Ocara. O Maciço é formado por rochas calcárias e graníticas, possuindo muitas cachoeiras, rios e e vestígios de Mata Atlântica. O turismo na região é muito ativo, e tende a se tornar um pólo de desenvolvimento local, visto o grande fluxo de pessoas, principalmente no período do inverno.

Muitos não conhecem, mas o Ceará não se resume em apenas capital e praias. Fugindo do corre-corre das grandes cidades o melhor mesmo é passar um final de semana nas pequenas cidades do Maciço de Baturité, que nos oferecem paz e tranqüilidade em meio ao verde da natureza. O ar que respiramos purifica e relaxa. O friozinho que sentimos é muito gostoso. O complexo montanhoso é magnífico.

O programa de Ecoturismo do Ceará é composto de 6 pólos, entre eles, a 100km de Fortaleza, o Pólo de Ecoturismo da Serra de Baturité. Caracterizado pela floresta úmida com exemplares da mata Atlântica, mantém 178 espécies vegetais, grande variedade de espécies animais, com destaque para 154 espécies de aves catalogadas, somente na Área de Proteção Ambiental - APA da Serra e Baturité.

Situado muito próximo ao litoral, Baturité recebe ventos oriundos do mar, o que garante altos níveis de precipitação. Suas características geográficas e altitude propiciam um clima ameno e uma paisagem de floresta Atlântica úmida que, por sua vez, contrasta com uma vegetação arbustiva de ecossistemas áridos, com campos de altitude e com áreas bastante transformadas pelo homem. Considerada uma ilha úmida no contexto semi-árido do nordeste brasileiro, lá ainda se encontram representantes variados da fauna, com grande riqueza de insetos e aves. Nas fazendas, com resquícios de senzalas, são utilizadas práticas tradicionais de agricultura.

São matas exuberantes, com inúmeras cachoeiras, cascatas e grutas no meio da vegetação, com trilhas ecológicas e paredões para a prática de rapel, além de muito ar puro. A cerca de uma hora de Fortaleza, ergue-se, sertão em volta, o Maciço de Baturité, com uma largura média de 22km e uma área total aproximada de 1300 quilômetros quadrados.

A paisagem verde e o clima úmido fazem da região um dos destinos mais procurados para finais de semana. Com temperatura média variando entre de 20ºC e 22ºC – e mínima chegando a 17ºC, o cenário conta com uma pequena faixa de Mata Atlântica transformada em Área de Proteção Ambiental, o que faz a região ser bastante apropriada para o ecoturismo. Confira abaixo as principais cidades da região:

Baturité
Distância de Fortaleza: 106 km

Acesso: CE 060 / CE 356

No sopé do maciço do mesmo nome, antigamente tinha grande importância pela estrada de ferro que transportava os horte-frute-granjeiro para Fortaleza. O maciço de Baturité foi importante pólo da cultura do café – hoje quase completamente abandonada.

O clima atraía ordens religiosas para a cidade de Baturité. Prova disso é o mosteiro, famoso colégio dos padres Jesuítas, construído no século XVIII e que hoje, desativado, abriga congressos e hóspedes de fim-de-semana.

Guaramiranga
Distância de Fortaleza: 123km

Acesso: CE 060 / CE 356 / CE 065

Localizada sobre o maciço de Baturité, a 865 metros de altitude, Guaramiranga foi sempre refúgio dos abastados, atraídos pelas temperaturas amenas experimentadas na região serrana.

Com temperatura média anual de 18ºC, Guaramiranga é conhecida pelo cultivo de flores e também pelos bem sucedidos festivais de teatro e de jazz & blues, já introduzidos no calendário cultural da cidade.

A cidade mantém 80% de sua flora original, formada por espécies da Mata Atlântica e Floresta Amazônica e oferece aos visitantes bons hotéis e pousadas e uma excelente infraestrutura de restaurantes.

A região foi transformada em Área de Proteção Ambiental (APA). Um passeio imperdível é conhecer o Pico Alto, a 1.115m, um dos locais mais altos do Estado que possibilita ao visitante ter uma vista deslumbrante de toda a região.

Até a segunda metade do século XIX, Guaramiranga era apenas de um povoado, chamado Conceição, que tinha no café seu produto principal. Desde 1890 o lugar passou a se chamar Guaramiranga, que significa Pássaro Vermelho.

Pacoti
Distância de Fortaleza: 130km

Acesso: CE 060 / CE 356 / CE 065

A cidade possui as mesmas características de Guaramiranga: clima ameno, rica em diversidade de frutas e flores. É um verdadeiro paraíso tropical.

Dicas bacanas

» Em Guaramiranga, visite o Pico Alto – o segundo ponto mais elevado do Ceará, com 1.114 metros de altitude. O lugar tem uma temperatura entre 12º C e 15ºC e propicia aos visitantes uma ampla visão do sertão e do mar.

» No Pico Alto, faça passeios inesquecíveis entre os restos de mata atlântica presentes na região.

» A estrada que liga as cidades de Baturité, Guaramiranga e Pacoti às outras cidades da redondeza é bastante sinuosa. Por isso, muita atenção ao dirigir. Dica: se beber, não arrisque subir ou descer a serra.

» Experimente o tempero do restaurante francês Villa Lautrec (tel. 85 – 3321.1415), em Guaramiranga. O lugar é muito aconchegante tanto de dia quanto de noite. Conheça a parte externa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário